MSG

DE TERÇA A SEXTA O ESPORTE COM LIGEIRINHO TEM ENCONTRO MARCADO NA PORTO BRASIL FM 88,7 OU NO WWWW.RADIO88FM.NET

NOTÍCIAS DO ESPORTE NA BAHIA, NO BRASIL E NO MUNDO.

PUBLICIDADE

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Bahia e Vitória ainda têm times indefinidos para o clássico

Fonte  Moysés Suzart e Vitor Villar
  • Edilson Lima l Ag. A TARDE e Felipe Oliveira l EC Bahia
    Titular, Rogério retorna após lesão; Recuperado, Douglas volta a ser opção
Antes de o torcedor decidir se vai ou não ao  Ba-Vi de domingo, vale lembrar que, por enquanto, é o único clássico garantido no Baianão. Um cruzamento posterior vai depender da campanha de cada um na primeira fase e no mata-mata.
O mesmo aviso vale para alguns atletas que podem perder o primeiro confronto de 2015, no Barradão. Muitos lutam contra o tempo para estar aptos para o Ba-Vi. Outros já estão vetados ou suspensos.
No rubro-Negro, dois atletas considerados titulares estão fora de combate. Kadu não jogará domingo devido ao cartão vermelho no jogo contra o Galícia, na última quarta. Já o volante José Welison provavelmente ficará de fora de todos os clássicos no ano. Com uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, o prata da casa ficará seis meses de molho.
Outro que está praticamente fora é o lateral esquerdo Mansur. O atleta voltou a se queixar de dores na parte posterior da coxa esquerda contra o Galícia. Em contraponto, o técnico Ricardo Drubscky ganha importantes reforços para o Ba-Vi. O meia Escudero está liberado pelo DM e os atacantes Rhayner, ex-Bahia, e Rogério treinaram na quinta-feira, 26, normalmente e estão à disposição do treinador. Neto Baiano também poderá atuar.
Dúvida no gol
No Bahia, a principal dúvida continua no gol. Com Omar novamente vetado, Sérgio Soares pode manter o garoto Jean ou escalar Douglas Pires, que retorna de lesão.
Na coletiva após o jogo de quarta-feira, o técnico deixou clara a interrogação. "Douglas está voltando de lesão e temos um plano para que ele volte a ter condições de jogo no Ba-Vi. Vamos analisar, o importante é que temos duas opções em condições de atuar", disse.
Na zaga, que não deve ter Chicão - o atleta sofreu um estiramento de grau 1 na coxa direita - o problema parece resolvido. Com a boa estreia de Thalles, o comandante deve manter o substituto. "Ele se comportou muito bem, tem velocidade e boa recuperação. Precisa ganhar ritmo, mas agradou", disse Soares.
O técnico também tem dúvida no meio-campo, mas de natureza tática. Bruno Paulista e Rômulo, que vinham sendo destaques do time neste início de temporada, foram sacados contra a Catuense para as entradas de Souza e Maxi. Após o triunfo, é provável que os garotos sigam no banco. No ataque, Willians se recuperou de problema muscular e está pronto para o Ba-Vi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário