MSG

DE TERÇA A SEXTA O ESPORTE COM LIGEIRINHO TEM ENCONTRO MARCADO NA PORTO BRASIL FM 88,7 OU NO WWWW.RADIO88FM.NET

NOTÍCIAS DO ESPORTE NA BAHIA, NO BRASIL E NO MUNDO.

PUBLICIDADE

domingo, 29 de março de 2015

Vitória vence o 'freguês' América-RN e está na semi do Nordestão

Fonte  Felipe Santana
 
                                      Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
 
Até este domingo (29), data do segundo confronto das quartas de final, Vitória e América de Natal se enfrentam três vezes pela Copa do Nordeste, e com três triunfos do leão. A história do duelo, após o apito final do árbitro Renan Roberto de Souza, não foi diferente. O rubro-negro aumentou a freguesia, venceu o América-RN por 4 a 2 e assegurou uma das vagas nas semifinais do torneio regional.

Agora, em busca de uma vaga na decisão da Copa do Nordeste, o Vitória terá pela frente o Ceará, com jogos nos dias 8 e 12 de abril. Porém, antes do regional, o rubro-negro tem a estreia da Copa do Brasil.

Nesta quarta-feira (1º), às 19h30, o leão viaja para enfrentar o Anapolina-GO.
 
Jogo
O América de Natal criou a primeira chance da partida em Salvador. Aos 8 minutos, o centroavante Max entrou com liberdade na grande área, finalizou, mas mandou pela liha de fundo. O Vitória logo respondeu ao time potiguar.
 
Aos 11, Neto Baiano aplicou um lindo drible no zagueiro Zé Antônio, por debaixo das pernas, e cruzou. Jorge Wagner não esperava que a bola chegasse, errou o domínio e entregou nas mãos do goleiro Busatto. Poucos minutos depois, em uma disputa de bola, o zagueiro Ramon levou uma cotovelada e deixou o gramado sangrando muito, sendo substituído por Luiz Gustavo.

Aos 23 minutos, da entrada da grande, em cobrança de falta, o Vitória abriu o placar no Barradão. O atacante Rhayner bateu colocado no canto do goleiro, de perna direita, e tirou o zero do placar. A vantagem do rubro-negro que já era boa, após vencer o jogo ida, ficou melhor ainda.

Já em desvantagem no  placar, aos 32 minutos, o treinador Roberto Fernandes colocou o América mais à frente. O meia Maguinho saiu lesionado e foi substituído pelo atacante Emerson. Alteração, essa, que não surtiu efeito pelo menos até o término dos primeiros 45 minutos. No fim do primeiro tempo, ainda que sem querer, o mecão quase deixou tudo igual. O meia Cascata bateu de fora e o arremate desviou em Luiz Gustavo, o que quase enganou o goleiro Fernando Miguel. Para sorte dele, a bola pegou na rede pelo lado de fora.

Gols lá e cá
Os últimos minutos da etapa inicial foram movimentados. Primeiro, após longo lançamento, o meia Vander ganhou na velocidade do adversário, entrou na área e ampliou a vantagem do Vitória no Barradão: 2 a 0. A superioridade do rubro-negro no placar demorou apenas alguns segundos.

Na saída de bola, o América de Natal trocou passe como quis e Cascata, na entrada da área, apareceu sem qualquer marcação. Bateu forte, de perna direita, e acertou o ângulo sem chances para o goleiro Fernando Miguel. Apesar do gol, neste momento, os visitantes necessitavam de mais dois para se classificar.

Segundo tempo
O América de Natal precisava de mais dois gols para avançar, e por isso voltou ainda mais ofensivo para os últimos 45 minutos. O lateral-esquerdo Julinho saiu e foi substituído pelo meia Daniel Costa. Aos 5, o time visitante desperdiçou uma grande chance. Após cobrança de falta, a defesa do Vitória não cortou e o atacante Emerson, com Fernando Miguel já caído, encheu o pé e acertou a rede pelo lado de fora.
 
Goleada do Vitória
O América não fez e tomou. Aos 8, Neto Baiano saiu da área, construiu o lance e tocou para Mansur. O lateral rolou para trás e serviu o jovem volante Flávio, que bateu no canto direito e ampliou o placar: Vitória 3 a 1.

O Vitória queria mais. Aos 20, após cobrança de escanteio, a defesa do América dormiu no ponto e não cortou o perigo. A bola, dentro da grande área, sobrou nos pés do zagueiro Luiz Gustavo. Ele dominou, puxou para perna esquerda e encheu o pé. Finalização forte, no ângulo, sem chances para o goleiro: Vitória 4 a 1.

América-RN diminui e fica com 10
O jogo, mesmo muito tranquilo para o Vitória, apresentou falhas na defesa do leão. Aos 26, o centroavante Max subiu sem marcação, cabeceou no canto direito e diminuiu a vantagem da equipe baiana no Barradão. A esperança potiguar foi perdendo fôlego aos poucos, e aos 34 minutos ficou quase sem ar. Por trás, o zagueiro Zé Antônio aplicou carrinho em Neto Baiano e foi expulso.

O América-RN, mesmo com a inferioridade númerica, quase marcou o terceiro. Max aproveitou o cruzamento, subiu mais que Romário e cabeceou por cima da meta.
 
FICHA TÉCNICA
Vitória 4x2 América-RN
Copa do Nordeste – quartas de final (2º jogo)
Local: Barradão, em Salvador
Data: 29 de março de 2015, domingo
Árbitro: Renan Roberto de Souza (CBF-PB)
Auxiliares: Tomaz Diniz de Araújo (CBF-PB) e Wladson Silva de Oliveira (CBF-AL)
Cartões: Mansur, Neto Baiano (Vitória) / Maguinho, Cascata (América-RN)
Gols: Rhayner, Luiz Gustavo, Flávio, Vander (Vitória) / Cascata, Max (América-RN)

Vitória: Fernando Miguel; Nino Paraíba (Romário), Ednei, Ramon (Luiz Gustavo) e Mansur;  Amaral, Flávio, Jorge Wagner e Vander; Rhayner (Maracás) e Neto Baiano. Técnico: Claudinei Oliveira

América-RN: Busatto, Walber,  Edson  Rocha, Zé Antônio Potiguar e Julinho, Judson, Maguinho (Emerson), Tiago Dutra, Cascata (Régis) e Álvaro (Daniel Costa); Max. Técnico: Roberto Fernandes.
 
Fonte  bahianoticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário