MSG

DE TERÇA A SEXTA O ESPORTE COM LIGEIRINHO TEM ENCONTRO MARCADO NA PORTO BRASIL FM 88,7 OU NO WWWW.RADIO88FM.NET

NOTÍCIAS DO ESPORTE NA BAHIA, NO BRASIL E NO MUNDO.

PUBLICIDADE

quinta-feira, 30 de março de 2017

Vitória bate River-PI e se aproxima da semi do Nordestão


Calor de 30° à noite, campo ruim, torcida barulhenta contra. Todas essas dificuldades foram superadas pelo Vitória no triunfo desta quarta-feira, 29, por 3 a 2 sobre o River, em Teresina, pelo jogo de ida das quartas de final do Nordestão.
Em grande fase, com o melhor aproveitamento de pontos em 2017 entre todas as equipes que disputarão a Série A do Brasileiro, o Leão ficou a um passo das semifinais. Sábado, às 16h, no Barradão, avança mesmo que seja derrotado por 1 a 0 ou 2 a 1.
Talvez inspirados na tradição da vizinha região Norte, River e Vitória usaram e abusaram do bumba-meu-boi no maltratado gramado do estádio Lindolfo Monteiro. E, talvez influenciado pela noitada aos 30° em Teresina, o clima do jogo foi quente.
Tanto que, em um contra-ataque fulminante, o Leão abriu o placar logo no segundo minuto de bola rolando. David acionou Kieza, que driblou o zagueiro na velocidade e soltou o pé esquerdo para anotar seu quarto gol na competição, o nono na temporada.
A resposta piauiense foi rápida, aos quatro minutos. O lateral Geferson, atordoado talvez pela junção de todas as adversidades presentes, afastou mal a bola depois de uma cobrança de escanteio e a sobra ficou com Osmar. Ele cruzou na medida para o zagueiro argentino Oscar Brizuela testar para a rede.
O empate animou o River, que, aproveitando-se dos espaços cedidos por Geferson, quase virou o marcador aos 21 minutos. Viola recebeu de Rodrigo Tiuí nas costas do lateral esquerdo e errou por pouco a finalização cruzada.
Dois minutos depois, uma confusão generalizada entre os atletas esquentou ainda mais o clima. Com o lance parado, David chutou a bola na direção do lateral adversário Wesley. Houve empurra-empurra e quatro cartões amarelos distribuídos.
O acirramento dos ânimos acabou acordando o Vitória, que, mais adaptado ao cenário no qual se encontrava, passou a explorar melhor as jogadas de lançamento longo e imposição física. Aos 31, José Welison deu longo passe para Patric, que tocou para trás e Kieza só parou no goleiro Leandro.
Daí até a ida para o intervalo, o Leão criou várias chances na base do abafa. Não marcou o segundo gol porque Leandro, inspirado, defendeu os bons chutes de David e Kieza. E porque Cleiton Xavier errou o alvo em cabeçada.
No tempo complementar, o Rubro-Negro consolidou o domínio que já tinha tomado para si no momentos finais da primeira etapa. Melhor, passou a comandar um jogo menos louco e perigoso. Com calma, chegou ao segundo tento aos nove minutos, quando David cruzou bonito para o zagueiro-artilheiro Alan Costa anotar de cabeça seu terceiro gol em 2017.
À frente no placar, o Vitória conseguiu tranquilizar ainda mais a partida, que não proporcionou muitas emoções até, aos 35 minutos, Kieza deixar o zagueiro no chão e tocar para David ampliar a vantagem rubro-negra.
Dois minutos depois, em lance fortuito, Negueba, que havia acabado de entrar, chutou e contou com desvio em Patric para vencer o goleiro Fernando Miguel. Nada que diminua consideravelmente o conforto do Leão para o embate de volta.
River-PI 2 x 3 Vitória - Jogo de ida das quartas de final da Copa do Nordeste
Local: Estádio Lindolfo Montes, em Teresina (PI)
Quando: Quarta-feira, 29, às 21h45
Gols: Kieza (V), em 1’, e Brizuela (R), aos 4' do 1º T; Público: 3.594 mil pagantes; Renda: R$ 84.580,00
Árbitro: Caio Max Vieira
Assistentes: Vinicius Melo de Lima e Jean Marcio dos Santos (trio do Rio grande do Norte)
Cartões amarelos: Leandro Silva, Brizuela, Humberto (P), Cleiton Xavier, David, Gabriel Xavier e Geferson (V)
River-PI - Leandro, Rossales, Brizuela, Gabriel e Wesley; Osmar, André (Cléber Lucas) e Humberto; Rodrigo Tiui (Júnior Paraíba), Tety (Negueba) e Viola. Técnico: Eduardo Hungaro.

Vitória - Fernando Miguel, Patric, Alan Costa, Fred e Geferson; Willian Farias, José Welison, Cleiton Xavier (Jhemerson) e Gabriel Xavier (Paulinho); David e Kieza (André Lima). Técnico: Argel Fucks.

Foto Moysés Suzart l EC Vitória
Fonte Daniel Dórea / A tarde 

Nenhum comentário:

Postar um comentário