MSG

DE TERÇA A SEXTA O ESPORTE COM LIGEIRINHO TEM ENCONTRO MARCADO NA PORTO BRASIL FM 88,7 OU NO WWWW.RADIO88FM.NET

NOTÍCIAS DO ESPORTE NA BAHIA, NO BRASIL E NO MUNDO.

PUBLICIDADE

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Ano novo com poucas surpresas para o Vitória


O Vitória começa 2018 da mesma forma que terminou 2017: com poucas surpresas no elenco. Desde o final do Brasileirão e a efetivação da nova diretoria, eleita no último dia 13, o Rubro-Negro fez poucas mudanças no plantel.
O grupo tem reapresentação marcada para as 15h de hoje na Toca do Leão. De acordo com a assessoria, apenas duas novidades foram confirmadas: o atacante Denílson e o lateral direito Lucas, que chegam para reforçar o Leão nesta temporada.
Quem permanece na equipe é o colombiano Santiago Tréllez. As negociações com o Corinthians esfriaram e o jogador faz parte dos planos da comissão técnica para 2018.
Retornam de empréstimo Gabriel, Alef, Alex Cruz, Darlan e Josué, todos ‘crias’ da base.
De baixas, algumas também já conhecidas: David (que assim fica confirmado que foi vendido para o Cruzeiro), o meia Patric, o lateral direito Caíque Sá e o zagueiro Kanu. Carlos Eduardo está em fase final de renovação e deve permanecer até o fim do ano.
De acordo com os empresários de Caíque e Sá e Kanu, esses estão ainda em negociação para continuarem no elenco. Ambos terminaram o contrato no final de 2017.
“Ainda existe a possibilidade de renovação de Kanu. Estamos esperando uma última reunião para definir se ele continua ou não”, disse o empresário Otacílio Lima.
Nos dois casos, o entrave é principalmente financeiro. Os dois jogadores pedem uma valorização que o clube não está disposto a bancar – vale lembrar que o presidente Ricardo David disse que encontrou a situação financeira do Vitória pior do que esperava.
Estreia na Copinha
O Vitória estreia hoje na Copa São Paulo de Juniores contra o Atibaia-SP, às 15h (horário da Bahia).  Para a competição, o treinador João Burse montou começa com  Lucas Willians, Cedric, Rangerson, Lucas Ribeiro e Welisson; Hebert, Farinha e Eduardo; Flávio, Luan e Eron.
“É uma equipe que eu conheço bem, que trabalhou comigo e foi campeã na Copa do Brasil Sub-17 e que se juntou à categoria 99, junto com a 2000, ambas vitoriosas. Forma aí um trio de categorias com uma equipe muito coesa, muito forte. Acho que temos muitas opções”, disse.
Fonte Juliana Lisboa/ Atarde 

Nenhum comentário:

Postar um comentário