MSG

DE TERÇA A SEXTA O ESPORTE COM LIGEIRINHO TEM ENCONTRO MARCADO NA PORTO BRASIL FM 88,7 OU NO WWWW.RADIO88FM.NET

NOTÍCIAS DO ESPORTE NA BAHIA, NO BRASIL E NO MUNDO.

PUBLICIDADE

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Mesmo prejudicado, Leão arranca bom empate na Colômbia

 
O 'mistão' do Vitória voltou a aprontar. Nesta quarta-feira, 1º, no jogo de ida das oitavas da Sul-Americana, a equipe alternativa do Leão - que até então havia entrado em cena sete vezes no ano, com seis triunfos - manteve-se invicta ao empatar por 2 a 2 contra o Nacional, em Medellín (COL).
O bom resultado ainda veio apesar do erro da arbitragem, que inventou um pênalti para os anfitriões no segundo tempo.
No próximo dia 15, no Barradão, acontece o jogo de volta. Sábado, os titulares do Leão voltam à ativa pelo Brasileiro: Botafogo x Vitória na Toca.
O jogo começou da pior maneira possível para o Rubro-Negro. Afinal, a equipe da casa marcou logo em sua primeira chance, aos três minutos.
Bocanegra calibrou o pé direito e acertou o ângulo em cobrança da falta da entrada da área. Diante de uma torcida fanática jogando contra e com um time quase todo reserva, o Vitória poderia se contentar com uma derrota magra.
Porém, o Leão tem no banco o ousado técnico Ney Franco, que, ao perder o volante José Wellison por contusão aos 20 minutos, colocou o atacante William Henrique.
Ele havia percebido que a chance de reação era real com as chegadas da sua equipe, principalmente em levantamentos à área feitos por Luis Aguiar. Entre cobranças de falta, de escanteio e lances de bola rolando, o uruguaio assustou em quatro cruzamento perigosos. No quinto, aos 45 minutos, achou a cabeça do beque Ednei, que empatou.
Melhor em campo, o Vitória não demorou a passar à frente no placar no segundo tempo. Logo aos três minutos, em um contra-ataque muito veloz, Marcos Júnior tocou para William Henrique fuzilar.
Depois disso, a partida ficou morna e só voltou a chamar atenção com o chute de bico de Guisao, aos 17 minutos, após boa tabela. Aos 19, o árbitro ajudou o Nacional ao marcar um pênalti esquisito em toque involuntário de mão de Ednei. Ruiz converteu a cobrança.
Sem grandes problemas. Para o Vitória, basta empatar (por 0 a 0 ou 1 a 0) na volta que avança às quartas.

Atlético Nacional 2 x 2 Vitória -Jogo de ida das oitavas da Sul-Americana

Quando: quarta-feira, 1º
Local: Atanasio Girardot, em Medellín (COL)
Gols: Bocanegra, aos três, e Ednei, aos 45 minutos do primeiro tempo; William Henrique, aos três, e Luis Ruiz, aos 21 minutos do segundo tempo
Árbitro: Carlos Vera (EQU)
Auxiliares: Carlos Herrera (EQU) e Edwin Bravo (EQU)
Cartões amarelos: Guisao (Atlético Nacional); Luiz Gustavo e Mansur (Vitória)
Atlético Nacional: Armani; Bocanegra, Nájera, Murillo e Díaz (Mosquera); Mejía, Bernal e Alejandro Guerra; Guisao, Luis Ruiz (Trellez) e Copete (Cardenas)
Técnico: Juan Carlos Osorio
Vitória: Roberto Fernández; Nino Paraíba, Ednei, Luiz Gustavo, Mansur; Adriano, José Welison (William Henrique), Luís Aguiar, Edno; Marco Jr. (Euller) e Guillermo Beltrán
Técnico: Ney Franco

FONTE Daniel Dórea/ ATARDE


Nenhum comentário:

Postar um comentário