MSG

DE TERÇA A SEXTA O ESPORTE COM LIGEIRINHO TEM ENCONTRO MARCADO NA PORTO BRASIL FM 88,7 OU NO WWWW.RADIO88FM.NET

NOTÍCIAS DO ESPORTE NA BAHIA, NO BRASIL E NO MUNDO.

PUBLICIDADE

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Por aclamação, Ednaldo Rodrigues é reeleito presidente da FBF


Uma verdadeira aula de democracia. Assim foi a eleição para os cargos de presidente, vice-presidente, membros do Conselho Fiscal, efetivos e suplentes da Federação Bahiana de Futebol (FBF).
 
A Assembleia Geral Ordinária foi realizada na manhã desta quinta-feira (2), no Hotel Othon Palace, em Salvador. Presidentes e representantes de clubes da 1ª e 2ª Divisão da Bahia e das Ligas Municipais exerceram a cidadania e compareceram em peso para escolher o comandante do futebol estadual para o quadriênio 2015-2018.
 
O edital de convocação havia sido publicado no Jornal Correio*, nos dias 19, 20 e 21 de setembro, onde também foi informado o prazo para inscrição de chapas, que vigorou de 19 a 29 de setembro. Apenas uma chapa se inscreveu, encabeçada pelo atual presidente, Ednaldo Rodrigues, e o candidato à vice-presidente, Ricardo Nonato, com nome de "Qualificação Geral da Gestão do Futebol".
 
Após abrir a assembleia, o presidente Ednaldo Rodrigues se retirou dos trabalhos, por se tratar de uma assembleia eletiva, e solicitou que alguém da plateia assumisse o comando dos trabalhos. Foi quando o presidente do Atlético de Alagoinhas, Raimundo Queiroz, sugeriu o nome do diretor executivo da Federação Mineira de Futebol, Paulo Bracks, que estava presente no local, para assumir o comando. Bracks autorizou a leitura dos editais e artigos necessários para a realização da eleição pela comissão eleitoral, que havia sido nomeada no dia 19 de setembro.
 
Em seguida, o presidente do Esporte Clube Jacuipense, Felipe Sales pediu a palavra e propôs a Bracks que não houvesse votação e, por ser uma única chapa na concorrência, que a eleição fosse por aclamação. Com forme Art. 57 no Parágrafo 3º do Estatuto da Entidade, quando houver apenas uma chapa, é permitida a eleição por aclamação.
 
Todos os eleitores presentes concordaram e aclamaram Ednaldo Rodrigues presidente da FBF por mais quatro anos. Além de Ricardo Nonato, vice, também foram eleitos Carlos Alberto Ventura, Wildberg Andrade e Jorge Luís Andrade, como membros do Conselho Fiscal efetivos, e José Carlos Santos de Oliveira e José Piedade Campos , como suplentes.
 
Emocionado com tamanho apoio recebido, Rodrigues agradeceu a todos os presentes e revelou seus objetivos para o novo mandato. "Em primeiro lugar, é importante dizer que não coloquei meu nome para a reeleição por ter apego ao cargo, por querer um continuísmo. Estou aqui por causa de vocês presidentes de clubes e Ligas. Foram vocês, em reuniões com a FBF, que pediram para que não interrompêssemos o trabalho e que déssemos continuidade ao que implantamos. Aceitei esse pedido com muito orgulho, pois se tenho esse apoio, é porque nosso trabalho foi bem feito. Nunca tinha visto, em toda minha carreira de dirigente, uma eleição com chapa única ter uma manifestação tão expressiva como essa. Quase 100% das Ligas e Clubes estiveram aqui. Vou continuar lutando pelo fortalecimento e desenvolvimento do futebol baiano. Nosso principal objetivo neste quarto mandato será a profissionalização geral de todos os setores da cadeia produtiva do futebol. A escola baiana de árbitros se tornará a escola baiana do futebol. Vamos das cursos de formação para dirigentes, treinadores, delegados técnicos, gandulas, além dos árbitros e assistentes. Estou pronto para mais um desafio e conto com a ajuda de vocês. Juntos, vamos trazer mais conquistas para o futebol da Bahia.", disse.

O mandatário aproveitou a oportunidade e já anunciou a primeira medida para o próximo mandato. “Nosso primeiro ato será a convocação de todos os setores para discutir o futebol baiano. Faremos um seminário onde, juntos, buscaremos as medidas necessárias para que o futebol continue em pleno crescimento”, finalizou.  
  
Já Nonato, que até março de 2015 seguirá como diretor de registros da entidade prometeu dedicação na nova função de vice-presidente. "Agradeço a confiança de todos os presidentes de clubes e Ligas. Estou há 11 anos na FBF, onde entrei como estagiário. Se cheguei aonde cheguei, foi por muito trabalho. Vou substituir um amigo e conselheiro, que é Manfredo Lessa (atual vice-presidente). Juntos vamos fazer o futebol baiano melhorar cada vez mais. Nada vai mudar na minha relação com todos os presidentes. Estou à disposição de todos e aberto à sugestões e críticas. Vocês vão me achar onde sempre me acharam. Nesse momento importante, só posso prometer que vou me dedicar incansavelmente e trabalhar muito por todos os clubes e ligas municipais filiadas à nossa entidade".
 
A Assembleia Geral Ordinária foi presidida por Paulo Bracks, que compôs a mesa diretora ao lado do presidente do Esporte Clube Vitória, Carlos Falcão, que representou todos os clubes da 1ª e 2ª Divisão; o presidente da Liga de Bom Jesus da Lapa, José Barbosa, que representou todas as Ligas filiadas à entidade; o atual vice-presidente da FBF, Manfredo Lessa, que seguirá na diretoria como assessor jurídico; o presidente do Conselho Fiscal, Carlos Alberto Ventura, o vice-presidente da CBF para o Nordeste, Marcos Ferreira e o presidente da Juazeirense, Deputado Estadual Roberto Carlos. 
  
Entre os eleitores, compareceram quase todos os clubes da 1ª e 2ª Divisão e quase todas as Ligas filiadas à entidade. A Chapa "Qualificação Geral da Gestão do Futebol" teve a subscrição de mais de 90% dos filiados (a lei exige o mínimo de 20%), entre eles todos os clubes da primeira divisão do Baianão, inclusive o Esporte Clube Bahia, que não pôde estar presente na assembleia por motivos maiores.
 
O presidente do Tricolor, Fernando Schimdt enviou uma mensagem de apoio a Ednaldo Rodrigues. “Amigo Ednaldo, apesar de todo meu empenho, só agora consegui me liberar de um compromisso inadiável marcado anteriormente. Mesmo ausente, a manifestação de apoio do ECB foi clara e por escrito. Parabenizo o amigo por sua reeleição. Desejo-lhe uma boa gestão certo de que você estará alinhado na luta pela profunda reforma que o futebol brasileiro tanto carece. Nestes tempos de considação e aperfeiçoamento democráticos clamados em todo o Brasil. Forte abraço. Fernando Schimdt, presidente E C Bahia”, escreveu.

 
 
Já a comissão eleitoral foi composta pela diretora técnica da FBF, Taíse Galvão, a coordenadora do STJD, Joyce Nascimento e Danielle Maioline, nomeada Secretária Adoc.


FONTE FBF 
*Fotos: Carlos Santana
*Confira nesta sexta-feira (3) a galeria de fotos da assembleia

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário