MSG

DE TERÇA A SEXTA O ESPORTE COM LIGEIRINHO TEM ENCONTRO MARCADO NA PORTO BRASIL FM 88,7 OU NO WWWW.RADIO88FM.NET

NOTÍCIAS DO ESPORTE NA BAHIA, NO BRASIL E NO MUNDO.

PUBLICIDADE

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Palmeiras tem oito na seleção do Brasileirão, Gabriel Jesus é o craque

Gabriel Jesus premiação craque Brasileirão (Foto: Ricardo Stuckert/CBF)
O campeão Palmeiras dominou a premiação do Craque do Brasileirão nesta segunda-feira. Foram sete jogadores, além do técnico Cuca, na equipe ideal da competição. O atacante Gabriel Jesus também foi o escolhido o craque do Brasileirão. O Craque da Galera foi o goleiro Danilo, da Chapecoense. Após o acidente aéreo, começou uma campanha na internet para elegê-lo. A mãe do arqueiro, dona Ilaídes, recebeu o troféu e foi aplaudida de pé por todos os presentes.
- Eu senti uma vontade muito grande de abraçar. Estava todo mundo sofrendo. Era muito triste aquela situação. Depois daquele abraço, eu não achei que fosse acontecer tudo isso que está acontecendo. Agora, as pessoas que estão querendo. É assim que eu estou me mantendo em pé. Quero mandar um abraço . Eles tinham o Danilo como um ídolo. Em nome da Chapecoense, quero agradecer a todos pelo carinho e pedir muita oração. O pessoal de Chapecó amava os jogadores. Desejo que os próximos que chegarem sejam guerreiros como eles - disse a mãe do goleiro, uma das 71 vítimas da queda do avião, há duas semanas.A seleção do campeonato teve na defesa o goleiro Jaílson (Palmeiras), o lateral-direito Jean (Palmeiras), os zagueiros Geromel (Grêmio) e Mina (Palmeiras), além do lateral-esquerdo Jorge (Flamengo). O jogador rubro-negro brincou com o atacante Gabriel Jesus, como um dos que mais "perturbam" os defensores.O meio de campo teve mais três do Palmeiras: Tchê Tchê e Moisés foram os melhores volantes. Dudu foi o melhor meia canhoto, enquanto Diego, do Flamengo, foi o melhor meia destro. Os atacantes foram Gabriel Jesus, também do Alviverde, e Robinho, do Atlético-MG. O jovem do Palmeiras comentou como o atleticano foi importante na sua infância.
- É um ataque que tem juventude e experiência, um cara que eu assistia jogar quando era pequeno. Eu ficava jogando bola na rua, cada um era um jogador. Às vezes, eu era o Ronaldinho, o Ronaldo, e também o Robinho. São craques da bola, que fizeram parte da minha infância - disse Gabriel Jesus.
Cuca foi o melhor técnico do Brasileirão. O técnico do Palmeiras tentou ir à premiação, mas não conseguiu pousar no Rio de Janeiro, por causa da forte chuva na cidade.  Os artilheiros foram Diego Souza (Sport), Fred (Atlético-MG) e William Pottker (Ponte Preta). Apenas o atacante da Macaca esteve na cerimônia e agradeceu aos amigos e familiares pelo prêmio.
A revelação do campeonato foi o meia Vitor Bueno, do Santos, que destacou a importância do técnico Dorival Júnior.
- A minha posição de origem era no meio, e o professor Dorival me colcou na beirada, e vem dando certo.
O técnico revelação foi Jair Ventura, que levou o Botafogo à quinta posição, com direito a uma vaga na Libertadores.
- Foram 11 anos esperando esse momento. No futebol, tudo é muito rápido e você tem que estar preparado. Eu esperei minha oportunidade, e você não pode errar. Graças a Deus deu tudo certo. Continuem acreditando, mas não sonhando, e sim trabalhando. Tem que trabalhar, buscar mais conhecimento. É difícil, mas não é impossível - disse o treinador.
O gol mais bonito foi de Zé Roberto, do Palmeiras, diante do Santa Cruz, no Arruda. O lateral do Alviverde brincou com a sua idade e comentou a jogada.
- Eu fiz um gol antigo Palestra que eu colocaria como o mais bonito da carreira. Mas eu agradeço ao Cuca por esse gol agora, por ter me colocado no meio. Se eu estivesse na lateral, não estaria na área, estaria correndo atrás de pontas - dise o jogador.
O Flamengo ficou com o prêmio de Fair Play, para a equipe com o jogo mais limpo. O meia Diego recebeu o troféu, em nome da equipe e afirmou que o futebol brasileiro ainda precisa melhorar nesse aspecto. O melhor trio de arbitragem foi Raphael Claus, Rogério Zanardo e Marcelo van Gasse.
A premiação teve ainda uma homenagem ao técnico Rogério Micale, comandante da seleção olímpica que conquistou a primeira medalha de ouro para o Brasil no futebol. O treinador foi presenteado com uma medalha. E lembrou que o início da caminhada do título foi conturbado, com dois empates, contra Iraque e Dinamarca.
- Os dois empates tiraram meu sono. Não por não confiar, mas porque a pressão era enorme. Quero agradecer a Deus, à minha família e a todos os profissionais que me ajudaram durante a campanha.
Também recebeu o troféu o vencedor do primeiro e-Brasileirão, Guilherme Fonseca Agostini, representante do Santos na competição.
Fonte G1 Por Rio de Janeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário