MSG

DE TERÇA A SEXTA O ESPORTE COM LIGEIRINHO TEM ENCONTRO MARCADO NA PORTO BRASIL FM 88,7 OU NO WWWW.RADIO88FM.NET

NOTÍCIAS DO ESPORTE NA BAHIA, NO BRASIL E NO MUNDO.

PUBLICIDADE

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Vitória domina, mas empata sem gols com o América-RN

Leão dominou o segundo tempo, mas não conseguiu abrir o placar - Foto: Moysés Suzart / EC Vitória / Divulgação
Num duelo com dois tempos muito diferentes - franco na etapa inicial e morno na final -, o Vitória parece ter se acomodado com um empate em 0 a 0 com o América-RN, na Arena das Dunas, na tarde deste sábado, 25, de Carnaval.
Mesmo com o técnico Argel Fucks rodando o elenco e dando oportunidade para jogadores que vinham na reserva, como Paulinho e Cárdenas, o Rubro-Negro não mostrou uma dinâmica muito diferente dos últimos jogos.
Na etapa inicial, o Leão encontrou um time aberto do América, teve uma sequência de chances calaras, mas pecou demais na finalização. No 2º tempo, teve amplo domínio da posse de bola, mas sequer conseguiu finalizar.
O confronto foi válido pela 4ª rodada do Grupo E da Copa do Nordeste. Com o empate, o Leão ficou com sete pontos na liderança da chave. O Sergipe é o segundo com seis. O próximo duelo pelo Regional é no sábado, 11, às 16h, contra o Botafogo-PB no Barradão.
O próximo compromisso é contra o Galícia, pelo Campeonato Baiano, na quinta-feira, 2, às 19h30, em Pituaçu.
Jogo franco
Foi um jogo aberto desde o primeiro minuto. Com dificuldade para marcar no meio-campo, o América deu todo o espaço para o Vitória abrir o placar. Paulinho, que apareceu como titular na vaga de Kieza - por opção de Argel - foi quem teve mais oportunidades.
Logo aos sete minutos o atacante foi lançado na direita, travou e recuou para Pineda, que chutou pelo lado de fora da rede. No minuto seguinte, Paulinho recebeu na ponta esquerda da área, se livrou da marcação e chutou de bico, cruzado, para fora.
A pressão rubro-negra continuou. Aos 19, Paulinho foi acionado novamente pela esquerda, cortou para o meio da área e chutou torto, longe do gol de Fred. No geral, o atacante foi esforçado, mas pecou demais na hora da finalização.
Na metade do primeiro tempo a situação se inverteu. Foi o Leão quem começou a vacilar demais na marcação do meio-campo e o Dragão ameaçou. Aos 21, Lúcio Curió disparou pela direita, cruzou buscando Tony na área, mas Kanu fez um corte providencial.
Aos 25, Geferson falhou feio ao não conseguir cortar pelo alto e a bola sobrou para Curió, que disparou pela direita e lançou Jean Patrick na esquerda, que chutou forte. Fernando Miguel espalmou para escanteio. O Mecão continuou em cima do até o minuto final. Aos 45, Tony recebeu na área, demorou para finalizar e Kanu afastou para salvar novamente o Leão.
Jogo manso
Com a entrada de Cárdenas no lugar de Cleiton Xavier, que pouco fez na primeira etapa, o Leão conseguiu pelo menos fechar o meio-campo e dominar a posse de bola na etapa final. O problema foi que, tal qual a característica do meia colombiano, o Vitória trocou muitos passes, mas foi pouco incisivo.
O único lance de perigo veio aos quatro minutos, quando Pineda cruzou da direita e André Lima cabeceou por cima do gol do Mecão. De resto, o Rubro-Negro ficou girando a bola de um lado para outro na frente da área sem sequer finalizar.
América-RN 0 x 0 Vitória - 4ª rodada do Grupo E da Copa do Nordeste 2017
América-RN: Fred, Everton, Richardson, Paulão e Michel Cury; Filipe Alves e Marcos Júnior (Ives); Jean Patrick, Lúcio Curió (Anthony) e Raul; Tony (Marcelinho). Técnico: Felipe Surian.
Vitória: Fernando Miguel, José Welison, Kanu, Fred e Geferson; Willian Farias e Uillian Correia; Pineda (Kieza), Cleiton Xavier (Cárdenas) e Paulinho; André Lima (David). Técnico: Argel Fucks.
Local: Arena das Dunas, em Natal (RN).
Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães.
Assistentes: Armando Lopes de Sousa e Arnaldo Rodrigues de Souza (trio do Ceará)
Cartões amarelos: Raul e Tony (América-RN); José Welison, Paulinho, André Lima, Fred e Kanu (Vitória).
Público pagante: 1.977 pessoas
Renda: R$ 30.375,00
Fonte  Vitor Villar
Fotos Moysés Suzart / EC Vitória / Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário